domingo, 30 de janeiro de 2011

O TRANSATLÂNTICO RUBRO-NEGRO E A NAU PORTUGUESA

Caríssimos irmãos de fé rubro-negra,
Salve, Salve, FLAleluia!

Ao passar incólume, após um ano navegando pelas turbulências de um mar completamente revolto, o transatlântico rubro-negro somente demonstrou, mais uma vez, sua força, poderio e grandeza. Felizmente, agora, as águas se acalmaram e a viagem segue com serenidade. Finalmente, os passageiros dão a impressão de estarem se comportando de forma condizente às suas responsabilidades. Passageiros? Sim, a verdadeira tripulação somos nós, que sempre levamos o barco. Os gestores, com seus mandatos, estão apenas de passagem.

Assim, nesta calmaria, vamos seguindo viagem em clima de festa. Até que, de repente, uma embarcação é avistada. Está descontrolada! Parece sem comando! Ao se aproximar, pode-se perceber que se trata de uma caravela portuguesa. Parece transportar cardumes de bacalhau. No descontrole, vários estão saltando de volta ao mar. O navio parece estar sendo abandonado. Passageiros e tripulantes também não se entendem. Está feia a coisa por lá. Enquanto, perigosamente a nau vem em direção ao nosso navio, nossa tripulação, acostumada ao choque contra barcos menores, segue em ritmo de tranquilidade.

O primeiro a pedir a palavra foi o Julio Cesar, direto de sua cabine, batizada com o nome de Tua Glória é Lutar que disse a todos que esse barco basco é fadado ao fracasso. A humildade, para ele, deveria ficar por conta do pessoal da Casa de Máquinas e os que cuidam das armas e munições.
- Em nossa condição de simples tripulantes é permitido avacalhar o adversário.

Gritos comemorativos passaram a ser escutados por todo transatlântico. No entanto, para conter um pouco a euforia antecipada o comandante Felipe Godinho, lá do espaço denominado Magnética RN, falou aos demais tripulantes:
- Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém. 

Continuou dizendo que o nosso adversário deve estar esfomeado e as supostas avarias que, por caso fortuito, eles possam provocar em nosso navio certamente lhes devolverão um pouco da paz perdida. Mas, deixou claro sua confiança em nossa tripulação e a transmitiu a todos a certeza de que afundaremos o barco rival.

O final de sua fala voltou a ser motivo de comemoração. Não tem jeito! Nossa tripulação é eternamente otimista. Até nos piores momentos, então porque não seria numa hora como esta?

Foi, então, que a Dani Souto, lá na proa, também chamada de Primeiro Penta, pediu a palavra e disse que já teve, no passado, muito gosto de combater o navio português, mas que agora, diante de tamanha superioridade nossa, não tem mais qualquer graça. Ela não deixou de lembrar que a caravela costumava encher, mas que, a cada ano, mais e mais tripulantes parecem abandonar aquele barco.

E você que também é tripulante, o que acha? Exerceremos nosso favoritismo? Ou manteremos nossa recente sina de sermos dominados pelo oba-oba? Deixe sua opinião, enquanto aguardamos a batalha real, no Oceano conhecido como Engenhão, logo mais às 19:30h.

Vamos Flamengo....
FLAmém!

PS: Novos devotos, vocês que aportaram há pouco por aqui, querem me conhecer mais um pouco? Que tal ler as entrevistas que concedi ao mundo virtual rubro-negro: FLAGRANTES DA NAÇÃO (05/11/10) e MANIAS E NOTÍCIAS (15/01/11)?

9 comentários:

  1. Muito bom o texto ! Vamos que vamos Mengão s2

    ResponderExcluir
  2. A canoa portuguesa (convenhamos, Caravela já deixaram d ser faz um tempão) tá fazendo água, isso é de conhecimento público. Mas venho lembrando q as maiores e mais vergonhosas avarias q nosso transatlântico já sofreu, foram justamente em colisões com embarcações despresíveis como esta canoa d hj, ou nossa tripulação já esqueceu do bote salva.vidas reserva do Buá, da balsa guiada pelo Santo do ABC e da gôndola mexicana?? PALHAÇADINHA ZERO E SE POR NA PROA, COM OS 2 PÉS BEM FIRMES, PRA NA HORA H FICARMOS D PÉ E COM FORÇAS PRA METER A FACA E RODAR (By Zico). SRN querido Pastor

    ResponderExcluir
  3. Muito Bom o Texto Pastor.

    O Flamengo é sempre favorito , mas não podemos achar que o jogo já é nosso só porque o time do vasco está nessa fase.

    SRN

    @ThiagoRibeiro17

    ResponderExcluir
  4. Acho que a nossa soberania vai sempre prevalecer seja lá as circunstâncias,mas devemos esperar a hora certa de comemorar,não custa nada!e sempre tera q aquele sabor do Rei(Flamengo) rindo do bobo(Vasco).

    ResponderExcluir
  5. Só digo uma coisa:

    Vamos pra cima deles MENGOOOOOOO!

    ResponderExcluir
  6. pastor ,,,foi bom essa vitoria sobre esse vascaindooooooooooo ,,,o ano de 2011 é do Mengoooooo ,,Thiago neves ja fez o seu , nota 9 para ele, pelo 1 golllllllllll ,,mengooooooo ,,Flamém ,,salve salve n.a ms

    ResponderExcluir

Obrigado por dar sua opinião. Nesta Igreja, devoto tem voz, afinal o Flamengo somos nós!