sábado, 12 de março de 2011

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DOS FLORES

Caríssimos irmãos de fé rubro-negra,
Salve, Salve, FLAleluia!

"É perturbante. É aquela massa uniforme pulando do outro lado. Eles não paravam de pular; ninguém saía do seu aperto; ninguém ia embora. Eles nunca vão embora. Eles nunca arredam o pé. Eles não se sentam, não param de gritar. Eles não sossegam. Me perseguem, me sufocam, me habitam os pesadelos e me causam pânico. Quando eu olho para o outro lado é isso que eu sinto. Eles acreditam mais do que os outros. Mais do que eu e todos os outros juntos. E disso, meus caros, eu tenho que reconhecer, chega a dar  medo. Eles jogam com 12. E jogar com 12 deveria ser proibido." (Claudio Lampert, torcedor tricolor, sobre o comportamento da Magnética, após um Fla x Flu)


Bem, irmãos, chegou o momento do Fla x Flu, o clássico que Nélson Rodrigues, dizia que havia começado 40 minutos antes do nada, que não tinha começo ou fim. Como todos sabem, tivemos que esperar pela tabela para jogar contra o Florminense. Poderiam ter nos enfrentado na Taça GB, mas aquela galera colorida não soube fazer a hora. Nunca souberam! Então, tivemos que esperar acontecer.

Finalmente, após caminharmos e cantarmos, seguindo a canção do bonde sem freio, sabemos que definitivamente não somos todos iguais, como eles (ou elas) sempre sonharam. O Flamengo é o Flamengo. O Florminense apenas, e tão somente, o Florminense.

Estamos diante da inversão da clássica história do filho que segue os passos paternos. Eles (ou elas) adoram proclamar que são nossos  pais (ou seriam nossas mães?). Mas, vejam o que nos conta a história recente. Os Flores foram campeões brasileiros em 1984 e 2010, um ano após o Flamengo conquistar os mesmos títulos. Sua única Copa do Brasil foi conquistada em 2007. Como sabem, fomos campeões em 2006.

As semelhanças não param aí. Em 2009, após o título, trocamos de presidente, tal qual ocorreu nas Laranjeiras. Não preciso nem lembrar como foi nosso ano seguinte. E como está sendo o deles (ou delas)? No entanto, seguindo a teoria darwiniana, somos muito mais fortes e sabemos que time grande não cai! Já o Fluzinho....

E como dizia o profeta, enquanto eles (ou elas) acreditarem nas flores vencendo os nossos canhões, o bonde seguirá sem freio....
Caminhando e Cantando
E seguindo a canção...
Somos muitos mais fortes...
Somos movidos pela multidão...

Mas, vem, vamos embora,
Que esperar não é saber...
O Fla sabe e faz a hora,
O Flu espera acontecer...

FLAmém!

13 comentários:

  1. Somos o REI DO RIO. Eles são os que vem depois!

    ResponderExcluir
  2. Não é novidade para ninguém que o Flores, há tempos, vive na sombra do Fla. ;)

    Estou super confiante para o clássico, mesmo após a última partida.

    Que o He-man vire Shee-ra e a nação flamenguista saia cantando o créu na velocidade 4, com o TN puxando o bonde. ;)

    SRN!!

    ResponderExcluir
  3. Linda palavra pastor, e caminhando e cantando vamos seguindo sem freio doutrinando geral...
    Florminense demorou mais sua hora chegou....

    ResponderExcluir
  4. Vamos vencer as florzinhas e fazer mais uma história nesse clássico!

    ResponderExcluir
  5. Pois é. Falar do Fluminense, é só pra não pensarem que o Fla não jogará contra ninguém. Tem que dizer pelo menos quem é o adversário, né não? rsrs
    Abs, SRN!
    @MagneticaRN
    http://magneticarn.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Um texto otimo Pastor !!! O video uma canção muto linda de ouvir , e como disse Flamengo é Flamengo Sempre faz parte de uma Grande Nação , os outros , Não sabem oque é ter Alegrias com Este Manto Sagrado lindo !!! ja eles os Florzinhas Vão levar um Gol de Thiago Neves , só para Calar as Bocas em 90 minutos ,,dale Mengooo.

    ResponderExcluir
  7. @StangerLady

    Acordei hoje com a "sensacao" de domingo, de tao anciosa e com vontade do jogo que estou.

    Jah recebi ligacao do meu sobrinho (o unico outro da minha familia que eh FLAmilia tb) todo contente pq "jah" tinha texto do Pastor sobe o FLA x fru(ta).

    Obrigada por mais esta pilula de alegria.

    ResponderExcluir
  8. As guerreiras vão entrar com suas sungas de couro em campo sobre o comando da lider Conca lá conca e aos olhares da chefa Muryçoca e apoiadas pela população colorida. Bonde entra atropelando tudo, guiado por Ronaldinho10 e Cia e recebendo orientação do profexô e apoiados pela nação urubuzada. Resultado:
    Superpopulação rubro-negra 10 x 0 Ursinhos Carinhosos.

    ResponderExcluir
  9. aceita parceria?
    visita meu blog
    http://mengaohexa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Lindas palavras, Jeff!
    Quem sabe faz a hora.. perfeito!

    Assim como disse lá no FlaManolos hoje:
    "Claro que clássico é clássico e tudo pode acontecer, mas Flamengo é Flamengo e só nós podemos afirmar isto. Se ouvir por aí que Fluminense é Fluminense, soará até engraçado."

    A gente fala e parece que é só zoação.. mas são fatos. E contra fatos, não há argumentos!

    Belo texto!
    Abraços e SRN!

    @RenatoCroce (Alexi Lalas)

    ResponderExcluir
  11. O post tá ótimo mesmo, parabéns!
    Mais não aguentei aquele tricolor falando do Fla, deveria tá quase chorando...hehehe

    ResponderExcluir
  12. Parabéns, excelente texto reverendo JEFF.

    "E ainda fazem da flor seu mais forte refrão..."


    Felizmente, o futebol "é uma caixinha de surpresas..." e ontem não deu pra esculachar, mas deixa estar... Sigamos caminhando e cantando no bonde sem freio...
    @wnonato

    ResponderExcluir

Obrigado por dar sua opinião. Nesta Igreja, devoto tem voz, afinal o Flamengo somos nós!